top of page

Coletivo de Mulheres Creuza Oliveira




Sobre a organização


Fundada em 2016, a organização acolhe mulheres pretas da periferia de Salvador que sofrem todo o tipo de violação e abandono, a partir da promoção de acesso a direitos e serviços básicos e do oferecimento de atividades de alfabetização e capacitação profissional. O nome da organização é uma homenagem em vida a Creuza Oliveira, ativista da luta pelos direitos das trabalhadoras domésticas no Brasil.


Objetivos da organização


A organização apresentou dois grandes objetivos: aumentar a captação de recursos financeiros para gerar mais impacto local e ampliar a visibilidade de sua causa e atuação a nível Brasil, a fim de acolher mulheres pretas de outras regiões do país por meio de informação de qualidade.


Desafios da Comunicação


• Construir uma narrativa que contasse a história, contexto e importância da

organização

• Mostrar as atividades e o impacto do coletivo para as mulheres pretas de sua

comunidade

• Apoiar o trabalho de captação de recursos

• Estabelecer uma estratégia de comunicação para a organização

• Criar um produto que ajudasse a dar visibilidade nacional para a causa da

organização


Produtos entregues


• Criação de uma narrativa de impacto sobre o trabalho da organização

• Reformulação do site institucional do coletivo, evidenciando seu impacto e

importância

• Criação de plataforma online para arrecadação de recursos

• Estruturação de um Plano de Comunicação por mensagens, públicos e canais

• Criação de série de vídeos sobre temas latentes às mulheres pretas para WhatsApp e

redes sociais


Cada pessoa do Instituto Repartir teve muito respeito e amor conosco, mulheres pretas. Fico emocionada em ver nossa história contada por meio desta narrativa. Passa um filme na cabeça! Eu não tinha a dimensão de onde iríamos chegar e hoje somos reconhecidas internacionalmente. (Milca Martins)

bottom of page