• Instituto Repartir

Repartir apresenta diagnóstico de comunicação a três organizações sociais

Foi a conclusão da etapa 1 do atendimento. Entidades são ligadas a acolhimento de crianças e empoderamento de mulheres


O Instituto Repartir concluiu, no início de fevereiro, uma etapa importante de seu atendimento a organizações sociais: apresentação de diagnóstico e estratégias de comunicação a cada uma delas. Neste primeiro ciclo são três organizações impactadas: Saberes no Pano (São Paulo-SP), Mulheres de Peito e Cor (Rio de Janeiro-RJ) e Guri na Roça (Jacareí-SP).


As estudantes da Jornada Social, com apoio do Instituto Repartir, fizeram um mergulho nas organizações para conhecer as fortalezas de seus trabalhos sociais, e entender como uma comunicação estruturada pode potencializar tudo isso. As demandas são distintas. Enquanto a Saberes no Pano precisa de uma comunicação que atraia investidores, a Mulheres de Peito e Cor quer chegar a mais comunidades no Rio de Janeiro e ampliar o trabalho de prevenção e combate ao câncer de mama em mulheres pretas. A Guri na Roça entendeu que é essencial criar um canal inovador de comunicação com os adolescentes que deixam seu programa e carecem de orientação profissional. A segunda etapa da jornada é transformar as estratégias em ações concretas. As organizações serão ainda capacitadas para que, em um futuro breve, sigam no trabalho de comunicação de forma autônoma. Quer apoiar esta transformação? Clique aqui.

5 visualizações0 comentário