Por que existimos?

01-LOGO_COLOR.png

Muitos estudantes de comunicação transbordam talento. E transbordam o desejo de contar histórias que ajudem a fazer do mundo um lugar mais justo. Mas desistem do sonho de atuar na área por falta de oportunidade e pela necessidade urgente de sobreviver.

 

Organizações sociais, sobretudo as de pequeno porte, deixam de contar suas histórias, de engajar os públicos em lindas causas, porque não têm recursos financeiros e humanos para investir em comunicação. Uma em cada 5 entidades do Terceiro Setor não faz qualquer tipo de comunicação.

 

Existimos para ser esta ponte.

 

O Instituto Repartir gera oportunidade de aprendizado, trabalho digno e renda para estudantes de comunicação em situação de vulnerabilidade social, que canalizam sua potência transformadora no apoio a organizações sociais que não podem pagar por projetos de comunicação.

 

Existimos para partilhar vontades, jornadas e afetos.

7,7 milhões dos jovens com até 24 anos têm emprego considerado de baixa qualidade
(IDados)

80% dos estagiários do estado de São Paulo ajudam ou são totalmente responsáveis pelo sustento da família, situação agravada pela pandemia (CIEE)

70% dos estudantes de universidades e institutos federais são de famílias de baixa renda, um avanço devido a ações afirmativas, como o sistema de cotas, mas mais da metade deles já pensou em abandonar o curso por dificuldades financeiras (Andifes)

A segregação socioespacial dos empregos é grande impeditivo a jovens que moram nas periferias, onde a oferta de trabalho pode ser até 100 vezes menor
(ReSolution)

O Instituto Repartir está alinhado a cinco Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), iniciativa promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU):

ods10.png
ods4.png
ods5.png
ods8.png
ods16.png